08 October 2007

[des]montagem do eu

.
. .
.

eu
não sou
não sou eu
eu
sou o outro
não sou
sou
qualquer coisa
sou
o intermédio
EU
pilar de ponte
eu tédio
eu
para o outro
eu que vai
vou
.
!
.
.
.
Variações com Mário de Sá Carneiro
.
.
.

9 comments:

rigoletto said...

E a "circunstância"?

:)

teresamaremar said...

A circunstância Rigoletto, deixo-a para Ortega e Gasset :)


dizendo mais sério... por vezes pergunto-me... não serei eu apenas circunstância?

martim de gouveia e sousa said...

variação caligramática. bjo.

isabel victor said...

visual ...
musical
genial

!

(Teresamaremar, tenho que falar contigo sobre essa fantástica recolha de ex-votos ... fiquei encantada. Obrigada)

Abraço
isabel

Lauro António said...

Ainda não tinha dito: bonito blogue. Um beijo e não se perca. Apareça no fado da vida.

nefelibata said...

assente sobre os pilares de vento do vale das noites
sou a ponte insustentável sobre os altares do nada.

Presença said...

Eu num dEUs... é sempre um Eu em ti, no outro... de mim

Bjo

teresamaremar said...

Boa noite Martim

obrigada pela visita

___________________________________

Isabel,

os ex-votos combinados estão

___________________________________


Boa noite Lauro,

pena, mas este mês não vou poder estar no fado :)

outros virão

___________________________________

Nefelibata,

altares do nada...

___________________________________

Presença
:))))

que bom ter-te de volta!!! Culpa minha, que te deixei perder nas deshoras do meu Horas

(vou visitar-te depois, com tempo)

isabel mendes ferreira said...

circunstancialmente passo. na hora de festejar um dos meus Poetas.


____________________


somos muitos em cada eu.


digo eu...


beijo.